Facebook

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Crítica | Pantera Negra



Estreou nos cinemas o filme Pantera Negra que com certeza era um dos mais esperados desde que surgiu boatos sobre a produção que faz alguns anos e enfim chegou mais uma bela produção da Marvel que surpreendeu a muitas pessoas pela qualidade.

O filme mostra  a saga de T'Challa que é o novo Rei de Wakanda, um país que é avançado graças ao Vibranium, sendo assim uma cidade evoluída e por causa disso ela é isolada do restante do mundo. O filme me fez lembrar outros dois como Mulher Maravilha e o primeiro filme de Thor onde os roteiros e a temática se tornam parecidas no seu contexto, mas todos os três com suas particularidade.

A primeira coisa que se nota no filme e que foi de encher os olhos são as cores utilizadas para os cenários e os figurinos que tinha muito colorido, cores fortes, vestimentas bem características de países africanos tudo muito caprichado.





O roteiro eu gostei, mesmo achando que é algo que já vimos antes em outros filmes, mas há pontos que são originais e por causa dos personagens deram um ótimo tom de algo diferente. Vemos nele um começo, meio e fim estruturado com continuidade e uma boa direção.

Destaque para atuações como do protagonista Chadwick Boseman que fez o Pantera Negra que até mudou sua voz para entrar bem no personagem. Outro destaque é a irmã Shuri, interpretada por Letitia Wright que queremos ver em outros filme da saga, (se tiver), pois com ela vimos as cenas que deram mais humor ao filme. Destaque para Danai Gurira que tem uma bela forma de interpretar, sabendo se expressar muito bem.

Tivemos dois vilões no filme, porém Erik Killmonger, interpretado muito bem por Michael B. Jordan não era bem assim um vilão, mas com sua participação o roteiro ficou fora do clichê do bem contra o mau.




4/5



Carnaval de São Paulo | Mocidade Alegre ainda lidera o Ranking do Século XXI - Acadêmicos do Tatuapé sobe de colocação



Para quem conhece o Ranking do Carnaval de São Paulo foi criada em 2008 pela São Paulo Samba e Carnaval que reúne pontos obtidos nos últimos 5 anos de Carnaval em São Paulo, porém o instituto faz as pontuações desde o Carnaval de 2008 pra frente, sendo que os pontos são distribuídos em 20 para a primeira colocada, 15 para a segunda colocada, 12 para a terceira colocada até chegar a décima colocada e faturar 1 ponto.

Porém...

... Eu fiz um Ranking diferente, mas sem grandes mudanças, mantive a forma de pontuar, mas eu resgatei as classificações do primeiro Carnaval do Século XXI até o de 2018 que teve a Acadêmicos do Tatuapé  somando mais 20 pontos e subindo mais colocações.
Houve pouquíssimas mudanças de posições para este ranking, mas há de ressaltar que a Mocidade Alegre que ganhou diversos carnavais neste século continua muito bem na primeira colocação e com uma larga vantagem da segunda colocada. 


Abaixo está o Ranking que possui 20 escolas de samba da cidade de São Paulo:



Pos. Escola de Samba Pontos



1 Mocidade Alegre 248
2 Vai-Vai 199
3 Rosas de Ouro 172
4 Império de Casa Verde 127
5 Unidos de Vila Maria 101
6 Gaviões da Fiel 93
7 X-9 Paulistana 79
8 Acadêmicos do Tucuruvi 76
9 Águia de Ouro 73
10 Nenê de Vila Matilde 68
11 Acadêmicos do Tatuapé 63
12 Dragões da Real 59
13 Mancha Verde 52
14 Tom Maior 31
15 Camisa Verde e Branco 30
16 Leandro de Itaquera 18
17 Pérola Negra 4
18 Unidos do Peruche 2
19 Morro da Casa Verde 1

Barroca Zona Sul 1



Pontuação
- veja como são distribuídos os pontos abaixo:

1ª -  20 pontos

2ª  - 15 pontos
3 ª - 12 pontos
4ª  - 10 pontos
5ª  - 8 pontos
6ª  - 6 pontos
7ª  - 4 pontos
8ª  - 3 pontos
9ª  - 2 pontos
10ª  - 1 ponto

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Carnaval de São Paulo 2018 | Três Escolas levam o título na Apuração do Blog


E lá se foi mais um Carnaval, sendo dois dias espetaculares dos Desfiles das Escolas de Samba de São Paulo e constato que este ano foi muito equilibrado, principalmente nas postulantes a vencer e conquistar o título.

Geralmente aqui no Coluna Blah uma escola de samba acaba vencendo a Apuração, mas desta vez tivemos três escolas levando o título. Vejam abaixo as notas e a classificação.



Independente Peruche Tucuruvi Mancha Tatuapé Rosas Tom Maior 








Samba Enredo 10 9,8 9,7 10 10 10 9,9
Bateria 10 9,9 9,9 10 10 10 10
Alegoria 10 9,8 10 9,8 9,9 9,5 10
Comissão de Frente 9,4 10 9,8 10 10 9,7 10
Enredo 10 10 10 10 9,9 9,9 9,9
Fantasia 9,9 9,4 9,6 9,9 10 9,8 9,9
Harmonia 9,9 9,9 9,8 10 10 10 10
Evolução 9,5 10 10 10 10 10 10
M Sala e P Bandeira 10 10 10 9,9 10 10 10








TOTAL 88,7 88,8 88,8 89,6 89,8 88,9 89,7




X-9 Império Mocidade Vai-Vai Gaviões Dragões Vila Maria








Samba Enredo 9,6 10 9,9 10 10 10 9,7
Bateria 10 10 10 10 10 10 10
Alegoria 9,7 9,9 9,9 10 9,9 9,9 9,8
Comissão de Frente 10 10 10 9,9 10 10 9,9
Enredo 10 9,9 10 10 9,9 10 10
Fantasia 10 10 10 10 10 10 9,8
Harmonia 9,8 9,9 10 10 9,9 10 10
Evolução 9,6 10 10 9,8 9,8 9,9 10
M Sala e P Bandeira 10 10 10 10 10 10 9,6








TOTAL 88,7 89,7 89,8 89,7 89,5 89,8 88,8




CLASSIFICAÇÃO



1 Dragões da Real 89,8

Acadêmicos do Tatuapé 89,8

Mocidade Alegre 89,8
2 Império de Casa Verde 89,7

Vai-Vai 89,7

Tom Maior 89,7
3 Mancha Verde 89,6
4 Gaviões da Fiel 89,5
5 Rosas de Ouro 88,9
6 Unidos do Peruche 88,8

Unidos de Vila Maria 88,8

Acadêmicos do Tucuruvi 88,8
7 Independente Tricolor 88,7

X-9 Paulistana 88,7


Bianca Bin é capa da Revista Boa Forma de fevereiro


A atriz  Bianca Bin, a Clara de O Outro Lado do Paraíso, posou para a capa da revista Boa Forma. Na entrevista, ela falou sobre sua rotina de atividades físicas.



domingo, 4 de fevereiro de 2018

Estreias Mais Esperadas nos Cinemas em Fevereiro de 2018



Já chegamos no mês de fevereiro e entramos na era do fim das férias, mas em breve teremos o Carnaval e muitos ainda poderão aproveitar para viajar, mas quem sabe ir aos cinemas do Brasil ver as estreias que teremos, e olha que está bacana com direito a estreia super esperadas e algumas com boas avaliações da crítica.

Separei abaixo 10 filmes que irão estrear ou que já estrearam nos cinemas já que estamos no dia quatro de fevereiro.



1 DE FEVEREIRO


A Forma da Água

Data de lançamento 1 de fevereiro de 2018 (2h 03min)
Direção: Guillermo del Toro
Elenco: Sally Hawkins, Michael Shannon, Richard Jenkins mais
Gêneros Fantasia, Drama, Romance 
 
Sinopse:
 
Década de 60. Em meio aos grandes conflitos políticos e transformações sociais dos Estados Unidos da Guerra Fria, a muda Elisa (Sally Hawkins), zeladora em um laboratório experimental secreto do governo, se afeiçoa a uma criatura fantástica mantida presa e maltratada no local. Para executar um arriscado e apaixonado resgate ela recorre ao melhor amigo Giles (Richard Jenkins) e à colega de turno Zelda (Octavia Spencer). 




Paddington 2

Data de lançamento 1 de fevereiro de 2018 (1h 43min)
Direção: Paul King
Elenco: Bruno Gagliasso, Márcio Garcia, Hugh Bonneville mais
Gêneros Animação, Comédia 
 
Sinopse:
 
Após ser adotado pela família Brown, Paddington ganhou muita popularidade na comunidade de Windsor Gardens. No aniversario de 100 anos de sua tia Lucy, esse simpático ursinho sai em busca do presente perfeito e acaba encontrando um livro único na loja de antiguidades do senhor Gruber. Paddington se submete a uma série de trabalhos bizarros para poder comprá-lo, e quando o livro é roubado, ele e sua família farão de tudo para encontrar o ladrão. 



Todo o Dinheiro do Mundo

Data de lançamento 1 de fevereiro de 2018 (2h 13min)
Direção: Ridley Scott
Elenco: Michelle Williams, Christopher Plummer, Mark Wahlberg mais
Gêneros Suspense, Drama 
 
Sinopse:
 
Itália, 1973. John Paul Getty III (Charlie Plummer) é o neto favorito do magnata do petróleo J. Paul Getty (Christopher Plummer), um dos primeiros bilionários da história da humanidade. O sequestro do rapaz coloca a sua mãe, Gail Harris (Michelle Williams), em uma corrida desesperada para convencer o ex-sogro a pagar o resgate milionário do filho. Frio, manipulador e mesquinho, Getty irá encarregar o ex-espião Fletcher Chase (Mark Wahlberg), seu homem de confiança, de descobrir quem e o que está por trás do crime, solucionando o problema sem o desperdício de nenhum centavo de sua fortuna. 



8 DE FEVEREIRO


Meu Amigo Vampiro

Data de lançamento 8 de fevereiro de 2018 (1h 20min)
Direção: Richard Claus, Karsten Kiilerich
Elenco: Jim Carter, Rasmus Hardiker, Alice Krige mais
Gêneros Animação, Fantasia 
 
Sinopse:
 
Entendiado em seu 13º aniversário pelo 300º ano, o vampiro Rudolph decide iniciar uma ousada aventura: ir para o mundo dos humanos buscar por novidades. Assim ele começa uma amizade improvável com Tony, adolescente de 12 anos apaixonado por lendas vampirescas. Mas o que não imagina é que um caçador pretende capturá-lo a qualquer custo.






Cinquenta Tons de Liberdade

Data de lançamento 8 de fevereiro de 2018 (1h 46min)
Direção: James Foley
Elenco: Dakota Johnson, Jamie Dornan, Eric Johnson mais
Gêneros Erótico, Drama, Romance

Sinopse:

Superados os principais problemas, Anastasia (Dakota Johnson) e Christian (Jamie Dornan) agora têm amor, intimidade, dinheiro, sexo, relacionamento estável e um promissor futuro. A vida, no entanto, ainda reserva surpresas para os dois e fantasmas do passado como Jack Hyde (Eric Johnson) e Elena Lincoln (Kim Basinger) voltam a impedir a paz do casal. Adaptação da última parte da trilogia de E. L. James iniciada em Cinquenta Tons de Cinza (2015). 






15 DE FEVEREIRO


Pantera Negra

Data de lançamento 15 de fevereiro de 2018 (2h 14min)
Direção: Ryan Coogler
Elenco: Chadwick Boseman, Michael B. Jordan, Lupita Nyong'o mais
Gêneros Ação, Fantasia 
 
Sinopse:
 
A história de T'Challa (Chadwick Boseman), príncipe do reino de Wakanda, que perde o seu pai e viaja para os Estados Unidos, onde tem contato com os Vingadores. Entre as suas habilidades estão a velocidade, inteligência e os sentidos apurados.






Eu, Tonya

Data de lançamento 15 de fevereiro de 2018 (2h 00min)
Direção: Craig Gillespie
Elenco: Margot Robbie, Allison Janney, Sebastian Stan mais
Gêneros Drama, Biografia, Comédia 
 
Sinopse:
 
Desde muito pequena exibindo talento para patinação artística no gelo, Tonya Harding (Margot Robbie) cresce se destacando no esporte e aguentando maus-tratos e humilhações por parte da agressiva mãe (Allison Janney). Entre altos e baixos na carreira e idas e vindas num relacionamento abusivo com Jeff Gillooly (Sebastian Stan), a atleta acaba envolvida num plano bizarro durante a preparação para os Jogos Olímpicos de Inverno de 1994. Baseado em fatos reais.



Lady Bird - A Hora de Voar

Data de lançamento 15 de fevereiro de 2018 (1h 33min)
Direção: Greta Gerwig
Elenco: Saoirse Ronan, Laurie Metcalf, Tracy Letts mais
Gêneros Drama, Comédia 
 
Sinopse:
 
Christine McPherson (Saoirse Ronan) está no último ano do ensino médio e o que mais deseja é ir fazer faculdade longe de Sacramento, Califórnia, ideia firmemente rejeitada por sua mãe (Laurie Metcalf). Lady Bird, como a garota de forte personalidade exige ser chamada, não se dá por vencida e leva o plano de ir embora adiante mesmo assim. Enquanto sua hora não chega, no entanto, ela se divide entre as obrigações estudantis no colégio católico, o primeiro namoro, típicos rituais de passagem para a vida adulta e inúmeros desentendimentos com a progenitora.




22 DE FEVEREIRO


Medo Viral

Data de lançamento fevereiro 2018 (1h 31min)
Direção: Abel Vang, Burlee Vang
Elenco: Saxon Sharbino, Bonnie Morgan, Brandon Soo Hoo mais
Gêneros Terror, Suspense 
 
Sinopse:
 
Um grupo de amigos baixa um aplicativo, que no início parecia ser inofensivo dando apenas algumas direções e informações, mas depois passa a se tornar sobrenatural. Os jovens começam a ser aterrorizados por uma entidade que manifesta o medo de cada um.







Pequena Grande Vida

Data de lançamento 22 de fevereiro de 2018 (2h 16min)
Direção: Alexander Payne
Elenco: Matt Damon, Kristen Wiig, Christoph Waltz mais
Gênero Comédia 
 
Sinopse:
 
Na cidade de Omaha, as pessoas descobrem a possibilidade de reduzir de tamanho para uma versão minúscula, a fim de terem menos gastos vivendo em pequenas comunidades que se espalham pelo mundo. Um homem (Matt Damon) aceita passar por esse processo.







Anitta é capa da Revista Marie Claire de fevereiro



Anitta que talvez foi a mulher que mais foi capa de revista em 2017 mais uma vez estampa uma capa de revista, e desta vez é capa da Revista Marie Claire de fevereiro.



Claudia Leitte estampa capa da Revista Cosmopolitan Brasil Especial Carnaval



A cantora Claudia Leitte estampa capa da Revista Cosmopolitan Brasil Especial Carnaval para este mês de fevereiro.


Taís Araújo é estrela da revista Wow em edição de aniversário com três capas


A atriz Taís Araújo  sem dúvidas é uma das grandes mulheres dos últimos anos e a revista Wow sabendo disso trouxe ela como grande estrela para sua edição especial de três anos, estampando Tais em  três capas.

A atriz, de 39 anos, exibiu suas curvas e uma bela forma posando de biquíni no mangue da Barra de Guaratiba, no Rio de Janeiro, para as lentes do fotógrafo Brunno Rangel.






Revista VIP - Lázaro Ramos - Fevereiro de 2018



A Revista VIP trouxe para sua edição de Fevereiro na capa o ator Lázaro Ramos que está com 39 anos e vemos mais uma vez a revista repetir sua fórmula que vem desde o ano passado que é trazer homens em sua capa que ainda é criticada pelos fãs.


terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Carnaval de São Paulo 2018 | Quatro Escolas vencem as Análises dos Sambas - Veja Ranking Completo




Após analisar e avaliar os 14 sambas das escolas que estarão no Grupo Especial no Carnaval São Paulo em 2018 temos como a grande vencedora quatro escolas de samba que conseguiram chegar aos 40 pontos de nota, ou seja, alcançou a nota máxima.

As vencedoras foram Acadêmicos do Tatuapé, Mancha Verde, Dragões da Real e Império de Casa Verde. Nunca aconteceu um empate desta forma na primeira colocação, mostrando que nesse ano a safra de fato está melhor e notamos isso na segunda colocação que tem duas escolas de samba e na terceira colocação que tem três escolas de samba.

Para quem acompanhou as 14 análises individualmente verificou que cada samba era dividido em quatro quesitos, sendo eles letra, melodia, interpretação e adequação ao enredo. E para quem é mais antigo aqui e acompanha as análises sabe que não sou um músico, letrista ou historiador e sim um amante de carnaval que acompanha desde 1997 os desfiles das escolas de samba de São Paulo e também do Rio de Janeiro, ou seja, acredito que guardo esta experiência por conhecer o que os sambas geralmente traz a cada ano.


Veja abaixo o Ranking das 14 escolas de samba e quem quiser ver a análise de cada samba, basta apenas CLICAR no nome da agremiação.



( 1 ) Acadêmicos do Tatuapé 40

Dragões da Real 40

Império de Casa Verde 40

Mancha Verde 40
( 2 ) Rosas de Ouro 39,9

Gaviões da Fiel 39,9
( 3 ) Vai-Vai 39,8

Unidos do Peruche 39,8

Independenhte 39,8
( 4 ) Tom Maior 39,6
( 5 ) Mocidade Alegre 39,4

Acadêmicos do Tucuruvi 39,4
( 6 ) Unidos de Vila Maria 39,3
( 7 ) X-9 Paulistana 39,1




domingo, 14 de janeiro de 2018

Carnaval de São Paulo 2018 | Análise de Samba: Acadêmicos do Tucuruvi




"Uma noite no museu"



Compositores: Turko, Maradona, Rafa do Cavaco, Diego Nicolau Dr. Eduardo, Gustavinho Oliveira e Tinga
Interprete: Alex Soares
Diretor de Bateria: Mestre Guma Sena



Sentindo acelerar o coração
A emoção me guia
Desbravando as civilizações
Somos todos guardiões de Alexandria
Faz renascer...
De belas artes a inspiração
A genialidade feita a mão
Da Grécia à modernidade
Lá... onde o passado eternizou
Só a ciência revelou

Na luz a explosão (boom)
Assim surgiu a vida ... essência natural
É a vida... na pré-história encontrei
Nessa magia me encantei

Em nome do pai
Tempos sombrios, santa inquisição
Dá calafrio ver assombração
Na era da mitologia
É festa na aldeia à luz do luar
Na ginga tem ilusão no olhar
'Madame de Cera', a cópia fiel
No futebol eterna paixão
O folclore é tradição
Sou eu... 'imagem do som' e beleza
Salve a língua portuguesa
Meu samba é Brasil

Uma noite no museu... você e eu
Fazendo história nesse carnaval
É show na galeria, meu Tucuruvi
Pode aplaudir
 
 


 
 
Análise do Samba
 
Finalizando as análises dos 14 sambas das escolas do grupo especial de São Paulo vamos com a Acadêmicos do Tucuruvi que irá retratar no Anhembi uma visita ao museu e nesta visita irá percorrer por vários temas e diversas exposições ligadas a diferentes artes.

O enredo nos remete a algo divertido que iremos ver, pois o tema museu equivale a muitas possibilidades e torcemos para que o desfile da Tucuruvi seja de muita superação devido ao incidente ocorrido em seu ateliê.

Sobre o samba ela foi composta por grandes letristas já conhecidos do carnaval paulistano e por conta do tema / enredo ser de muitas possibilidades até porque museu podemos ver 'de tudo' a letra teria que ser bem mesclada ou explicando de forma didática generalizando de forma coerente e poética o enredo e olha que temos alguns momentos que a letra chega a bons pontos de coerência e linearidade como destaco o segundo refrão que para mim é o melhor momento do samba.

Uma preocupação já dito em outras análises é a questão da segunda estrofe que nos últimos anos tem dado trabalho aos compositores e os resultados não tem sido espetaculares, isso porque a segunda estrofe é onde se complementa o enredo de acordo com a sinopse e ficar adequado, no caso da Tucuruvi está bem adequado, porém os versos não ficaram tão bonitos assim, fazendo uma mistura de temas que existem em museus deixando um pouco bagunçado, principalmente no seu final.

O interprete Alex Soares segue pelo terceiro ano consecutivo na escola e gosto muito da sua forma de interpretar e um detalhe é que ele é um dos mais afinados interpretes do carnaval paulistano e seria interessante que ouvíssemos trabalhos seus fora do carnaval como trabalhos de samba ou MPB


Carnaval de São Paulo 2018 | Análise de Samba: Unidos do Peruche



"Peruche celebra Martinho: "80 anos do Dikamba da Vila""



Compositores: Toninho Penteado, Émerson Brasa, Nando do Cavaco, André Filosofia, Diley Machado, Alcides Júnior, Sérgio VJS, Marcelo Vila Isa, Leandro Bata´s, Jairo Roizen, Ronny Potolski, Sukata, Morganti, Claudinho, Tavares, Valêncio, Butti, Evandro Malandro, Tubino, Alberjan, Jr Fragga, Leo Rodrigues, Rogério Acioli, Meiners e Victor Alves
Interprete: Toninho Penteado
Diretor de Bateria: Mestre Marquinhos
 
 
 
Vai ter kizomba e axé
Peruche é samba no pé
É tradição, celeiro de bambas
Oitenta fevereiros a cantar
"deixa a tristeza pra lá"

O som dos tambores ecoa no ar
É força, é magia, Mãe África!
Dois povos, uma só nação
Num elo de amor e união
E nos cafezais do interior
Desperta o talento de um menino
E foram tantas influências musicais
No cantarolar da procissão
A luz da fé guiava o seu coração

É da Vila, da Vila... partideiro menestrel
Do povo... lá do berço de Noel
"renasce das cinzas", "meu laiaraiá"
"feitiço" que encanta o boulevard

E assim, cruzou os mares
Fez da poesia a missão
Redescobrindo sua identidade
Na semelhança com nossos irmãos

Toca "viola e pandeiro", vem recordar
Dikamba nos versos e nas melodias
Celebrando em boemia
"sonhos" vão além da "quarta-feira"
A "liberdade" é "raiz" verdadeira
Martinho dá o tom... na filial, "é pra lá de bom"
 
 
 
 
 
 
Análise do Samba

Desde que a escola de samba Unidos do Peruche voltou ao grupo especial de São Paulo em 2016 vem trazendo grandes sambas e destaco o próprio samba de 2016 que foi escolhido aqui como o melhor e o de 2017 não ficou tão longe.

Em 2018 a Peruche irá falar de um dos maiores sambistas que é Martinho da Vila, também conhecido como Dikamba que completa 80 anos de vida.

O que chama a atenção é o número gigante de compositores que na conta que fiz deu 25 e alguns deles são bem conhecidos do Carnaval Paulistano por fazer grandes obras poéticas. A verdade é que o samba oficial é uma junção de dois sambas que na disputa eliminatória estavam bem linear e parecia ser algo como um só. Não consigo imaginar vendo a letra qual parte da letra pertence a um dos sambas e vice versa, mas tirando isso se trata de uma bela letra e acredito que os compositores entenderam muito bem o planejamento, história e o enredo e conseguiram extrair belos versos como os dois refrões e destaco o primeiro que é bem criativo e bonito, assim como o segundo refrão que tem partes que servirão para empolgar quem estiver acompanhando como "É da Vila, da Vila".

A segunda estrofe é uma das melhores compostas deste carnaval, tendo uma linearidade perfeita e mostrando muito bem a trajetória de Martinho, misturando entre os versos nomes e trechos de suas grandes canções e deu muito certo essa "colagem". A primeira estrofe encontrei nele bons versos e uma boa descrição, porém faltou essa linearidade, ficando um pouquinho confuso.

A melodia mais uma vez está muito bem direcionada e bem casada com a letra, assim como a interpretação de Toninho Penteado que segue mais um ano na escola, dando identidade a escola com sua técnica, ótima voz e sua forma de interpretar. Em alguns pequenos trechos, como na primeira estrofe não ficou tão expressiva a interpretação.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...